Você está aqui:

Obter diagnóstico fitossanitário em nematoides

Atualizado em 14/05/2020 às 15:45

O que é

É a detecção de nematoides causadores da "Galha" no cafeeiro (Meloidogyne spp).

Quem pode utilizar este serviço?

Público geral.

Órgão responsável

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

Etapas para realização deste serviço

1
Entrar em contato com o laboratório

O interessado deve obter orientação específica para a coleta e envio de amostras, e pagamento das análise, de acordo com o diagnóstico a ser realizado.

Canais de Prestação

Presencial

Presencial - No Laboratório de Diagnóstico em Fungos e Nematóides (Laboratório de Química Agropecuária do IMA, BR 040 km 688, anexo ao prédio da administração da CeasaMinas, CEP: 32.145-900, Contagem/MG), ou pelo telefone (31)3768-5607.

Email

ldfn@ima.mg.gov.br
2
Enviar amostras ao laboratório

O interessado deve enviar a amostra, coletada de maneira correta, conforme as instruções abaixo.

Para análise de raiz de cafeeiro:
Realizar a amostragem quando as mudas tiverem, no mínimo, dois pares de folhas e adotar os seguintes procedimentos:

  • dividir o viveiro em parcelas de, no máximo, 200.000 (duzentas mil) mudas de uma mesma cultivar;
  • cada parcela será subdividida em 4 (quatro) subparcelas;
  • a amostragem será realizada em cada subparcela, individualmente, retirando um mínimo de 0,1% do total das mudas, mas nunca inferior a 30 mudas  (ex. subparcela com 40.000 mudas, enviar 40 mudas; subparcela com 30.000 mudas, enviar 30 mudas; subparcela com 29.999 mudas para baixo, enviar 30 mudas) as quantidades de raízes coletadas constituirá cada amostra a ser analisada.

As amostras devem ser enviadas juntamento com o formulário "Pedido de ensaio em amostras de raízes do cafeeiro", devidamente preenchido e com o nome e a assinatura do RT, e o Renasem do viveiro e do RT.

Acondicionar as raízes coletadas que comporão cada amostra em recipientes adequados (sacos plásticos devidamente identificados, de acordo com a parcela e subparcela e com as informações do formulário). Não acondicionar as amostras em sacos de papel.

Para análise de nematoides em solos:

  • remover a superfície do solo, em mais ou menos 3 cm;
  • coletar aproximadamente 1 kg de solo e raízes (se houver);
  • acondicionar as amostras em saco plástico e identificar.

Manter em local fresco até o envio ao laboratório.

Documentação

Pedido de ensaio em amostras de raízes do cafeeiro.

Canais de Prestação

Presencial

Presencial: Laboratório de Química Agropecuária, BR 040 km 527, anexo ao prédio da administração da CeasaMinas, CEP: 32.145-900, Contagem/MG, por e-mail: ldfn@ima.mg.gov.br ou pelos telefones: (31)3768-5607 ou (31)3768-5600.

3
Pagar a taxa

Após entregar as amostras, o interessado receberá o Documento de Arrecadação Estadual - DAE, pessoalmente ou por e-mail. Somente após o pagamento a análise da amostra será realizada.

Documentação

Documento de Arrecadação Estadual - DAE.

4
Receber o resultado da análise

O interessado poderá receber o resultado da análise no laboratório, por e-mail ou via correios. Caso opte pelos correios, uma taxa de envio será cobrada juntamente com o Documento de Arrecadação Estadual - DAE pago anteriormente.

Quanto tempo leva?

Cerca de 20 dias.

Legislação

Portaria MAPA/CGAL nº 205/CGAL-Credencia o Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário, do Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA - como integrante da Rede Nacional de Laboratórios Agropecuários. IN MAPA 35/2012 Estabelece as normas para a produção e comercialização de material de propagação de cafeeiro  (Coffea arabica L. e Coffea canephora Pierre ex A. Froehner) e os seus padrões, com validade em todo o território nacional, visando à garantia de sua identidade e qualidade.

Dúvidas frequentes

Por que devo realizar uma análise da presença de nematoides em raízes de plantas?
A análise da presença de Meloidogyne spp é obrigatória para o produtor que pretende comercializar mudas do cafeeiro. Determinados nematoides denominados fitopatogênicos são causadores doenças em plantas, impedindo o desenvolvimento normal, podendo causar morte e ocasionando ainda perdas de áreas produtivas e perdas econômicas.

Unidades onde o serviço é prestado