Você está aqui:

Obter certificação de granja avícola de reprodução

Atualizado em 14/05/2020 às 15:10

O que é

É a comprovação de que a granja avícola adota procedimentos sanitários preconizados e realiza exames e análises laboratorias periodicamente, estando monitorada para Salmonella e Mycoplasma para realizar o trânsito de aves e ovos férteis.

Quem pode utilizar este serviço?

Todos os estabelecimentos avícolas matrizeiros de galinha, marreco, pato, peru e codornas destinados a produção industrial e registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Órgão responsável

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

Etapas para realização deste serviço

1
Informar ao IMA o calendário de coletas

Apresentar cronograma da coleta de material, de todos os núcleos da granja, que serão enviados para análise laboratorial.

Documentação

Documento elaborado pelo Responsável Técnico.

Valor

Não aplicável.

Canais de Prestação

Presencial

Presencial - No escritório seccional do IMA que atenda ao município em que a granja está localizada. Consulta dos endereços abaixo.

2
Receber o IMA para coleta oficial

Uma coleta anual deverá ser supervisionada pelo fiscal agropecuário do IMA e o material coletado será encaminhado para laboratório credenciado a critério do fiscal.

Canais de Prestação

Presencial

Presencial - Granja avícola matrizeira.

3
Receber certificado sanitário

O IMA emitirá parecer técnico sobre a situação sanitária da granja. O documento será enviado ao Ministério da Agricultura para concessão do certificado sanitário, que será enviado pelo IMA ao responsável técnico.

Canais de Prestação

Email

Para e-mail do RT, cadastrado no momento da solicitação do certificado.

Quanto tempo leva?

A primeira certificação varia de 21 dias até seis meses, dependendo da idade das aves alojadas. A renovação do certificado é anual.

Outras informações

  • O processo de certificação é realizado pelas granjas matrizeiras que se encontram devidamente registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
  • A renovação do certificado é anual;
  • O trânsito de aves e ovos férteis provenientes de granjas matrizeiras deve ser acompanhado de certificado sanitário emitido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
  • As granjas certificadas são aquelas monitoradas para Salmonella Gallinarum, Salmonella Pullorum, Salmonella Enteritidis, Salmonella Typhimurium, Mycoplasma gallisepticum, Mycoplasma synoviae, Mycoplasma meleagridis.

Dúvidas frequentes

O certificado sanitário de granjas avícolas matrizeiras é obrigatório para o trânsito de aves e ovos férteis?
Sim.

Quais as doenças serão monitoradas?
Micoplasmose e Salmoneloses de importância para a avicultura. 

Unidades onde o serviço é prestado