Solicitar atendimento às vítimas de intoxicação química, auto extermínio, envenenamento ou picada de escorpião e de outros animais peçonhentos

Conteúdo Principal
Atualizado em: 20/07/2022 - 13:35

O que é?

Atender casos de tentativa de autoextermínio, acidentes envolvendo produtos tóxicos para pessoas que inalaram (cheiraram) produtos químicos ou ingeriram algum tipo de veneno. As intoxicações podem ser provocadas por medicamentos, cosméticos, desinfetantes, produtos de limpeza ou produtos químicos em geral. Os casos de picadas de animais peçonhentos mais comuns envolvem escorpião, aranha e cobra. 

Etapas, custos e documentos

1
Solicitar atendimento de urgência

A vítima deve ser encaminhada com urgência ao hospital indicado, ou então chamar o resgate por meio do Corpo de Bombeiros (193) ou pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), 192. Nos municípios do interior do Estado, as vítimas devem procurar imediatamente um posto de saúde ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próximos de sua residência, que irá avaliar o caso sobre a necessidade de encaminhamento para outra unidade.

Documentação

Documento de identidade com foto (Carteira de identidade, carteira profissional, carteira de motorista ou passaporte).

Valor

Gratuito.

Canais de prestação
Telefone
0800-722-6001

Quem pode utilizar este serviço?

Toda cidadão.

Legislação

Lei Federal 8080/90 - Sistema Único de Saúde.

Dúvidas frequentes

O atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) é universal, integral e acessível à toda população, sem cobrança de valores de consultas ou exames realizados.

Outras informações

O acompanhante poderá ligar também para o Serviço de Toxicologia do Hospital João XXIII (0800-722-6001) e obter informações imediatas sobre como proceder com a vítima. 

Unidades onde o serviço é prestado