Você está aqui:

Artes Cênicas

Minas Gerais possui grande expressão nacional e internacional no campo das artes cênicas. Grupos e companhias de dança, teatro e circo, reconhecidos pela alta qualidade de seus profissionais e espetáculos estão presentes no estado e vêm ganhando notoriedade e prestígio no cenário cultural.

No campo da dança destaca-se o Grupo Corpo, fundado em 1975, em Belo Horizontes, hoje uma das maiores companhias de dança contemporâneas do Brasil. Com turnês realizadas em países da América, Europa e Ásia, o Corpo apresenta seu trabalho coreográfico com um toque característico de brasilidade na relação entre movimento e música. 

Outro destaque mineiro é a Cia. de Dança Palácio das Artes, mantida pela Fundação Clóvis Salgado, vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult). Montagens de sucesso como Entre o Céu e as Serras, Poderia Ser Rosa, Sonho de uma noite de verão - fragmentos amorosos, entre outros, têm marcado o traço da pesquisa e da contemporaneidade de seu trabalho, ampliando a presença da Cia. em palcos nacionais e internacionais. 

Quando o assunto é teatro, Minas possui dezenas de grupos em atividade. Em Belo Horizonte, está sediado o Grupo Galpão, uma das companhias mais importantes do cenário teatral brasileiro. O Galpão desenvolve um trabalho que alia rigor, pesquisa, busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande poder de comunicação com o público. Ainda na capital mineira está o grupo de teatro de bonecos Giramundo. Com uma brilhante trajetória de 36 espetáculos e um museu com aproximadamente 1.500 bonecos, o grupo já conquistou seu lugar na história do Teatro Brasileiro, inovando o teatro contemporâneo com a mistura de bonecos reais e animação.

Minas Gerais também preserva a tradição do Circo. Com o apoio do governo do Estado, a atividade vem garantindo seu espaço e conquistando avanços. Belo Horizonte foi a primeira cidade do Brasil que previu alvará anual para o circo, evitando que seja iniciado um novo processo em cada nova apresentação.

O estado possui ainda o título de ter o primeiro teatro da América Latina, a Casa da Ópera, em Ouro Preto (1770). Um espaço destinado, ainda hoje, a promover eventos artísticos e culturais. 
A bem sucedida trajetória de tantos grupos é estimulada pelas escolas de formação artística e pelos mecanismos municipais e estaduais de incentivo à cultura. O Fundo Estadual de Cultura (FEC) e a Lei Estadual de Incentivo à Cultura são os principais mecanismos de fomento da Secult que apoiam artistas, grupos e espetáculos mineiros na busca da formação de público, democratização do acesso à cultura e do fortalecimento da cadeia produtiva da cultura em Minas.

Conheça e saiba mais em:
http://fcs.mg.gov.br
http://www.cultura.mg.gov.br/
http://www.minasgerais.com.br/pt