Tudo
Serviços
Unidades

 .


Busca avançada

Resultados da busca para "agendamento seguro desemprego"

Encontrado(s) 121 resultado(s) - exibindo 13 páginas de resultados com 10 resultados por página (Tempo gasto: 0.0s)

  • 1 Requerimento do seguro-desemprego

    É um benefício de natureza temporária, destinado a prestar assistência financeira ao trabalhador desempregado, em consequência de demissão sem justa causa ou por causa indireta (catástrofe, por exemplo) e auxiliar na inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho.

    Para requerer o benefício, o trabalhador deverá procurar uma das Unidades de Atendimentodo SINE ou Unidades de Atendimento Integrado (UAI), de 07 (sete) a 120 (cento e vinte) dias corridos, imediatamente após a data da dispensa. Se o processo estiver na justiça, o trabalhador deverá apresentar toda a documentação com ata assinada pelo juiz (no prazo de até 120 dias após a assinatura).

    Terá direito a receber o seguro-desemprego o trabalhador dispensado sem justa causa, inclusive a indireta, que comprove:
    •    Ter recebido salários consecutivos, nos últimos 06 (seis) meses;
    •    Ter sido empregado pelo menos 06 (seis) meses nos últimos 03 (três) anos;
    •   Não esteja recebendo qualquer benefício previdenciário de prestação continuada, previsto no Regulamento de Benefícios da Previdência Social. O auxílio acidente, auxílio reclusão e pensão por morte poderão ser acumulados com o benefício do seguro-desemprego;
    •    Não possuir renda própria de qualquer natureza suficiente para sua manutenção e de sua família. Considera-se como renda própria de qualquer natureza o valor igual ou superior a 01(um) salário mínimo, conforme a Constituição Federal.

    Ao solicitar o benefício, o trabalhador poderá ser imediatamente encaminhado a uma nova vaga de emprego, se houver disponível uma que tenha perfil compatível com seu emprego anterior, respeitando requisitos de ocupação, nível de escolaridade, formação, especialização e qualificação do trabalhador, além de remuneração condizente com a anteriormente percebida, com o mercado de trabalho, o grau de complexidade da ocupação e a jornada de trabalho.

    O trabalhador  que solicitar ou que estiver recebendo o seguro-desemprego não poderá recusar a oferta de reinserção no mercado de trabalho. Porém, não será suspenso o pagamento do beneficiário do seguro-desemprego que justificar incompatibilidade da vaga, comprovando estar em processo de qualificação ou de aposentadoria; problema de saúde; choque cultural; ter trabalhado na empresa e encontrado dificuldades de adaptação; endereço do trabalho de difícil acesso; horário incompatível; atividade/condição insalubre; condição de periculosidade, entre outros motivos.

    Nas Unidades de Atendimento do SINE em Belo Horizonte, Araxá, Betim, Contagem, Ipatinga, Itabira, Matozinhos, Sabará, São Sebastião do Paraíso, Timóteo, Viçosa e em todas as Unidades de Atendimento Integrado (UAI) é necessário agendar o atendimento via internet (link disponível abaixo) ou pessoalmente. Aqueles que informam o número do celular recebem mensagem SMS lembrando local e horário marcados para o atendimento. Nas demais unidades não é necessário agendamento prévio. Caso o trabalhador não possa comparecer na unidade no dia e horário marcados, deverá desmarcar o atendimento.

    Relevância: 100%
    Última Alteração: 27/05/2014 11:24:53 
    Tags:mercado de trabalho desempregado trabalho beneficio seguro-desemprego emprego
  • 2 Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Belo Horizonte (PED-RMBH)

    Pesquisa de caráter permanente que investiga a estrutura e a dinâmica do mercado de trabalho regional a partir de um levantamento sistemático sobre emprego, desemprego e rendimentos. Desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e o Departamento Intersindical e Estudos Socioeconômicos (Dieese), os resultados são divulgados mensalmente no "Boletim da Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Belo Horizonte(PED-RMBH)".

    Para obter mais informações e para fazer o download das publicações acesse o link abaixo.

    Relevância: 24%
    Última Alteração: 11/02/2014 15:04:10 
    Tags:emprego desemprego regiao metropolitana
  • 3 Cancelamento de seguro coletivo - Ipsemg

    O segurado do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais, que contribui para o seguro coletivo, poderá solicitar a qualquer momento seu cancelamento, nos termos do Decreto nº 45.514 de 2010.

    Não há restituição parcial ou integral dos valores já pagos.

    O segurado que contribui para o seguro do cônjuge, ao solicitar o cancelamento do seguro coletivo estará cancelando também o seguro do cônjuge, visto que os dois seguros são atrelados.

    Para requerer o cancelamento do seguro coletivo o segurado deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior listadas abaixo, apresentando o requerimento que pode ser acessado no link, e a documentação exigida (original e cópia) para a prestação do serviço.

    Se o segurado não puder requer pessoalmente poderá preencher o requerimento de cancelamento reconhecendo firma da assinatura em cartório e constando de duas testemunhas.

    Relevância: 16%
    Última Alteração: 29/10/2013 09:49:28 
    Tags:seguro coletivo cancelamento
  • 4 Seguro do trânsito (DPVAT)

    O Seguro do Trânsito - Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), cobrado anualmente junto à primeira parcela do IPVA. O recolhimento do (DPVAT) garante indenizações em caso de morte e invalidez permanente e o reembolso de despesas médicas e hospitalares, devidamente comprovadas.

    O seguro é cobrado anualmente junto com a primeira parcela do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ou Cota Única, (Resolução CNSP 215/2010) administrado pela Seguradora Líder dos Consórcios do Seguro DPVAT, que reembolsa despesas com eventuais acidentes ocorridos dentro do território nacional envolvendo veículo automotor, observados os limites de valores.

    Os proprietários de veículos automotores só receberão o Certificado de Registro e Licenciamento de veículos (CRLV) do ano corrente estando o Seguro do Trânsito do ano atual e anterior quitados.

    Orientações para o serviço:

    • O seguro do Trânsito 2013/2014, está disponível para pagamento na rede credenciada (Banco do Brasil, Itaú, BMB, Bancoob, Caixa Econômica Federal, HSBC, Santander, Safra e Bradesco) mediante apresentação do código do Renavam do veículo.
    • Quando não localizado código do Renavam na rede bancária utilizar o site da Seguradora Líder (acesse o link abaixo).
    • Para o pagamento parcelado do Seguro DPVAT, destinados as seguintes categorias: ônibus, Micro-ônibus  Vans e Motocicletas (acesse o link abaixo). 
    • Para emissão do boleto do parcelamento (acesse o link abaixo).
    • Para Veículos zero quilômetro (0KM) o seguro poderá ser pago por meio do CRLV no ato do registro ou Emissão de Boleto Bancário: Seguro do Trânsito para Veículo Zero KM é disponibilizado no sitio do Detran/MG.

    Empresas que prestam serviços ligados ao Seguro de Trânsito:

    • Seguradora Líder: Tel.: 0800-0221204 (acidentes, acompanhamentos de processos de indenização).
    • Central de Pagamentos: Tel.: 0800-7013427 (pagamentos não baixados, segunda via de comprovante de pagamento e restituição de pagamento em duplicidade).
    • Orientação para recebimento da indenização do Seguro DPVAT Sindicato dos Corretores de Seguros de Minas Gerais (SINCOR-MG): Tel.: 0800-0310202.  
    Relevância: 16%
    Última Alteração: 10/07/2014 11:39:18 
    Tags:seguro do transito (dpvat)
  • 5 Cancelamento do seguro do cônjuge - Ipsemg

    O segurado do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais, que inscreveu seu cônjuge nominalmente, esta contribuindo e separou judicialmente ou de fato ou não deseja mais contribuir poderá solicitar a qualquer momento o cancelamento, nos moldes do Decreto nº 45.514 de 2010.

    Não há devolução ou retituição dos valores já pagos.
     
    Para solicitar o cancelamento do seguro do cônjuge o segurado deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior listadas abaixo, apresentando o requerimento que pode ser acessado no link e documentação necessária (original e cópia) para a prestação do serviço.
     
    Se o segurado não puder requerer pessoalmente, poderá preencher o requerimento de cancelamento reconhecendo firma da assinatura em cartório, o requerimento deverá constar de duas testemunhas.
    Relevância: 14%
    Última Alteração: 05/11/2013 09:42:01 
    Tags:seguro servidor conjuge cancelamento
  • 6 Pagamento de seguro do cônjuge - Ipsemg

    Após o falecimento do cônjuge do segurado, inscrito nominalmente, no Instituto de Previdência dos Servidores Estado de Minas Gerais, o segurado/beneficiário poderá requerer o pagamento do sinistro nos termos do Decreto nº 45.514 de 2010.

    O segurado/beneficiário possui o prazo de cinco (05) anos para requerer o seguro, a partir da data do óbito do cônjuge, após o prazo, ocorrerá a prescrição de acordo com o disposto no Decreto-Lei Federal nº 20.910, de 06 de janeiro de 1932.

    Para requerer, o segurado/beneficiário deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior apresentando o requerimento e a documentação exigida (original e cópia) para a prestação do serviço. Os requerimento e declarações necessários estão disponibilizados para serem acessados nos links.

    O pagamento do seguro do cônjuge será efetuado por meio de depósito em conta corrente individual do segurado/beneficiário, que poderá ser de qualquer instituição bancária.

    Para o segurado/beneficiário que requerer através de procuração ou se for curatelado, seu representante legal deverá apresentar a procuração ou certidão de curatela no Ipsemg para formalizar o requerimento, e ao banco, para o recebimento do pagamento.

    Assim que o beneficio for concedido será enviado SMS (mensagem de texto) e/ou e-mail para o segurado/beneficiário que registrou seu celular e/ou e-mail no requerimento de indenização dos seguros. 


     

    Relevância: 14%
    Última Alteração: 19/11/2013 14:12:04 
    Tags:conjuge pagamento seguro ipsemg
  • 7 Agendamento e ou reagendamento do exame médico e psicotécnico

    Para agendar o exame médico e psicotécnico o condutor deverá preencher o formulário eletrônico disponível no link abaixo.

    Em caso de extravio do comprovante de marcação o candidato poderá reemitir um novo comprovante.
    Relevância: 13%
    Última Alteração: 31/12/2013 22:13:35 
    Tags:agendamento reagendamento exame medico psicotecnico
  • 8 Como requerer o seguro DPVAT

    DPVAT é o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, ou por sua Carga, a Pessoas Transportadas ou Não, criado pela Lei n° 6.194/74, alterada pela Lei 8.441/92, com a finalidade de amparar as vítimas de acidentes de trânsito em todo o território nacional, não importando de quem seja a culpa dos acidentes.

    As vítimas de lesões ou parentes de vítimas fatais deverão se dirigir a uma Seguradora conveniada ao DPVAT munido dos documentos necessários para iniciar os procedimentos de solicitação e recebimento do Seguro DPVAT.

    Não é cobrada nenhuma taxa para recebimento do DPVAT.

    Antes de iniciar qualquer procedimento, consulte a regularidade da Seguradora junto ao Sincor (Sindicado dos Corretores de Seguro / Telefone: 0800 031 02 02).

    Não há necessidade de contratar terceiros para execução dos procedimentos e serviços, referente ao DPVAT, sendo de livre escolha do cidadão se dirigir a seguradora de sua preferência.

    Caso se sinta lesado pela cobrança de preços abusivos, deverá procurar o Serviço de Proteção ao Consumidor (Procon) para reclamação e instruções de como proceder. Orientações sobre o serviço:

    • Procure e escolha somente uma Seguradora conveniada ao DPVAT.
    • Peça a Seguradora a lista de documentos necessários para o procedimento;
    • Orientações sobre alguns dos documentos básicos necessários:

    Vítimas de Lesões Corporais: invalidez

    • Boletim de Ocorrência (expedido pela Polícia Civil ou Polícia Militar ou Bombeiro);
    • Laudo de Lesões Corporais (Expedido pelo Instituto Médico Legal);
    • Guia para Exame de Lesão Corporal (Expedido pela Delegacia de Trânsito);
    • Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) (Cópia);
    • Documentos pessoais da vítima e beneficiários;
    • Formulário específico da Seguradora (contratada pelo interessado).

    Vítimas Fatais

    • Boletim de Ocorrência (expedido pela Polícia Civil ou Polícia Militar ou Bombeiro);
    • Laudo de Necrópsia (Expedido pelo Instituto Médico Legal);
    • Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo – CRLV (Cópia);
    • Inquérito Policial (caso necessário – expedido pela Polícia Civil);
    • Documentos pessoais da vítima e beneficiários;
    • Formulário específico da Seguradora (contratada pelo interessado).
    •  Apresente todos os documentos à Seguradora para dar entrada no processo de recebimento de DPVAT.
    •  A Seguradora irá informar os próximos passos, valores que serão recebidos e prazos do processo de recebimento do seguro.


     

    Relevância: 13%
    Última Alteração: 31/12/2013 22:10:19 
    Tags:como requerer o seguro dpvat
  • 9 Pagamento do seguro coletivo - Ipsemg

    Após o falecimento do segurado do Instituto de Previdência dos Servidores Estado de Minas Gerais, que contribuía com o seguro coletivo, o beneficiário indicado, em declaração própria poderá solicitar o pagamento do sinistro nos termos do Decreto nº 45.514 de 2010.

    Quando do falecimento do segurado se algum beneficiário indicado por ele houver falecido, será dividido igualmente aos beneficiários remanescentes, caso todos tenham falecido será liberado através de Alvará Judicial.

    Se o segurado não houver deixado beneficiário indicado, o seguro coletivo será dividido em partes iguais ao cônjuge ou companheiro e aos demais herdeiros, observada a ordem de sucessão.

    Se houver vários beneficiários indicados, a documentação exigida do segurado deverá ser apresentada somente uma vez.

    O beneficiário possui o prazo de cinco (05) anos para requerer o seguro coletivo, a partir da data do óbito do segurado, após o prazo, ocorrerá a prescrição de acordo com o disposto no Decreto-Lei Federal nº 20.910, de 06 de janeiro de 1932.

    Para requerer, o beneficiário deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior apresentando o requerimento e a documentação exigida (original e cópia) para a prestação do serviço. Os requerimentos e declarações necessários estão disponibilizados para serem acessados no link.

    O pagamento do seguro coletivo será efetuado por meio de depósito em conta corrente individual do beneficiário, de qualquer instituição bancária.

    Caso o beneficiário não possua conta corrente, receberá o pagamento por meio de contrarrecibo em agência do Banco do Brasil, portando CPF e um documento de identidade.

    Para o beneficiário que requerer através de procuração ou se for curatelado, seu representante legal deverá apresentar a procuração ou Certidão de Curatela no Ipsemg para formalizar o requerimento, e ao banco, para o recebimento do pagamento.

    Assim que o benefício for concedido será enviado SMS (mensagem de texto) e/ou e-mail para o beneficiário que registrou seu celular e/ou email no requerimento de indenização dos seguros. 

     
    Relevância: 12%
    Última Alteração: 29/10/2013 09:56:00 
    Tags:beneficiario morte pagamento seguro falecimento segurado servidor
  • 10 Solicitação de cota retida de pecúlio e/ou seguro coletivo a beneficiário que completou maioridade civil

    A cota retida do pecúlio e/ou seguro coletivo devida ao beneficiário menor de 18 anos até que ele completasse maioridade, poderá ser liberada conforme legislação aplicada na época do falecimento do segurado.

    O segurado que faleceu até final de março de 2010, a cota do beneficiário menor foi depositada em conta poupança no Banco Itaú nos termos do Decreto nº 26.562 de 1987 e deverá ser retirada apresentando o comunicado enviado pelo Ipsemg, CPF e documento de identidade.

    O segurado que faleceu a partir de abril de 2010, a cota do beneficiário menor ficou retida no Ipsemg, nos termos do Decreto nº 45.514 de 2010 e poderá ser recebida por meio de deposito em conta corrente individual de qualquer instituição bancária indicada no requerimento.

    Caso o beneficiário não possua conta corrente individual, receberá o pagamento por meio de contrarrecibo em agência do Banco do Brasil, portando CPF e um documento de identidade.

    Para requerer o beneficiário deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior apresentando o requerimento que poderá ser acessado no link abaixo.

    Caso queira solicitar por meio eletrônico, deverá preencher o requerimento disponível no link abaixo e anexá-lo ao e-mail enviando para cotaretida.seguros@ipsemg.mg.gov.br

    Se o beneficiário tiver sido emancipado, a solicitação deverá ser presencial em uma das unidades regionais do Ipsemg na capital ou no interior e devendo apresentar a certidão de nascimento com a averbação de emancipação (original e cópia) no ato do requerimento.

    Assim que a cota for liberada será enviado SMS (mensagem de texto) e/ou e-mail para o beneficiário que registrou seu celular ou e-mail no requerimento de indenização dos seguros. 
     

    Relevância: 9%
    Última Alteração: 23/10/2013 09:29:20 
    Tags:maioridade beneficiario segurado cota retida beneficiario peculio seguro coletivo maioridade segurado

Todos os Direitos Reservados.
Aspectos legais e responsabilidades
Política de Privacidade
MG Cidade Administrativa - Rodovia Prefeito Américo Gianetti, S/Nº
Serra Verde, Belo Horizonte, MG - CEP 31630-901
Tel. 155 - LigMinas